Review: Zero Dark Thirty

Não era bem o que eu estava à espera, em todos os sentidos. Primeiro, estava à espera de um filme de acção, mas não é. Depois, na minha cabeça, os EUA tinha feito tudo e de tudo para capturar o Bin Laden, mas o filme transparece outra coisa, passa a ideia que a descoberta e captura do Bin Laden resultou mais da determinação de uma mulher.

Enfim… junto-o ao saco do “a sério? Nomeado para os Óscares?”.

O melhor do filme é mesmo a Jessica Chastain. Sabe bem ver uma mulher de poder, a tomar a liderança num mundo de homens.

Conclusão: Vale a pena ver. Não só por ser um dos nomeados, não só por ter a Jessica Chastain, mas também porque, a ser verdade, é uma página da história dos EUA que nos marcou a todos.

Fevereiro!

Tenho mixed feelings em relação ao facto de já estarmos em Fevereiro. Por um lado, o meu mês de Janeiro foi GIGANTESCO, durou e durou e durou, por outro lado, já estamos em Fevereiro e os meus objectivos para 2013 não sairam do papel.

Pois bem, declaro guerra à preguiça e ao “deixa andar”! Até ao final deste mês, quero:

1 – Voltar a ir ao ginásio, só naquela de compensar o dinheiro que transfiro para lá todos os meses;

2 – Procurar, escolher e comprar, uma das três coisas que me fazem falta na sala. De preferência o candeeiro do tecto, já não posso olhar para a lãmpada lá pendurada… a olhar para mim;

3 – Ver os filmes dos Óscares e acabar o “Crime e Castigo”.

O desafio

Maltinha, a Pipoca mais doce já pôs a poll para o próximo livro. Eu já votei no 1984, de George Orwell.
Cheguei à conclusão que só vou aderir quando “ganhar” um livro que eu quero mesmo ler, se não salto a vez e dedico-me a um dos muitos que estão na lista de espera.
Como tal, se ganhar o 1984, participo, senão vou dedicar-me ao Crime e Castigo, sem distracções.

BB Cream

Os BB Cream já não são novidade nenhuma e, apesar de já ter experimentados dois, cortesia de uma amiga pró nestas coisas, ainda não me aventurei neste mundo.

Eu experimentei o da Garnier e o da Olay. Entre estes, para mim, o da Olay ganha, com bastante margem, especialmente devido á textura leve e fácil de espalhar.

Nem de propósito, hoje, tropecei num artigo da Daily Makeover sobre o tema, que me pareceu bastante completo. Espero que ajude as meninas mais indecisas, como eu. A mim ajudou a confirmar a minha opinião sobre o da Olay e deixou-me curiosa com o do Bobbi Brown.

20130115-003216.jpg