Carbonara

Pinned Image

Adoro pasta e, ao fim de algumas experiências, tornei-me fã desta receita. Se a memória não me falha, é um versão da receita da Nigella.

Ingredientes:
• 500 gr spaghetti
• 275 gr bacon
• Azeite q.b.
• 60 ml vinho branco
• 4 ovos médios
• 50 gr queijo parmesão ralado
• Pimento preta q.b.
• noz moscada q.b.

Instruções:
1. Colocar água com sal a ferver, para fazer a massa.
2. Cortar o bacon em cubos de 1 x 1.5 cm, sem a pele e colocar numa frigideira com um fio de azeite. Num tacho largo, onde caiba a massa, colocar o bacon em lume brando com um fio de azeite até começar a ficar dourado.
3. Após uns minutos juntar o vinho branco. Desligar o lume após uns minutos.
4. Numa tigela bater os ovos, com a pimenta e juntar o queijo ralado.
5. Cozinhar a massa até ficar al dente (uns 2 minutos antes do tempo indicado na embalagem), retirar do lume e juntar ao bacon. Mexer bem e deligar o lume.
6. Juntar a mistura dos ovos com o queijo e misturar bem.
7. Juntar um pouco de nós mocada.

Bom apetite!

Aprender a cozinhar…

Até sair de casa dos meus pais acho que nunca tinha cozido massa ou feito arroz, como tal, aquilo que sei aprendi à custa de muitas (muitas!!!!) chamadas à minha mãe ou à minha avó e à custa de inúmeros site de receitas e vídeos do you tube. Para terem noção de como o mundo da culinária continua a repleto de mistérios para mim, este fim-de-semana, comprei o meu primeiro esmagador de alhos, que acabou por se revelar uma daquelas compras que vai mudar a minha vida (não estou a brincar).

Por esta razão, sempre que oiço a justificação “oh coitada, ela não foi habituada a cozinhar, é natural que não saiba”, fico revoltada! A sério que fico. Hoje em dia, só não sabe cozinhar quem não quer. Não é preciso nascer com um dom para conseguir preparar uma refeição decente, com direito a sobremesa e tudo, só é preciso ter vontade de aprender. (como tudo, aliás)

Mint MMs

Imagem

Uma amiga minha foi a NY há pouco tempo e trouxe-me um pacote de M&Ms de menta.  Não há palavra para explicar quão bons são! Comecei a comer e quando dei por mim só sobravam cinco. CINCO! Com muito (MUITO) esforço, consegui deixar 3 pequeninos M&Ms para o A. provar.

Juro que não percebo porque é que as marcas acham que o português não gosta de menta e chocolate. É inacreditável a quantidade de coisas que há de menta e chocolate e que nunca chegam cá, por exemplo: Vienetta de Menta, Cornetto de Menta (veio e foi), Mcflurry de after eight e, imaginem, Kit kat de menta.

Querida Cadbury, Nestlé e cia, por favor, tragam coisas de menta e chocolate para Portugal. O português gosta, a sério que gosta!

Castanhas

Momentos Vodafone castanhas

Tal como no ano passado, a Vodafone vai estar, esta semana, a distribuir castanhas por Lisboa e Porto.

Em Lisboa, as castanhas podem ser provadas até ao dia 9 de Novembro, no Marquês de Pombal, no Saldanha, nas Amoreiras, no Campo Pequeno e no Terreiro do Paço. Entre os dias 6 e 9 estarão também na Av. de Roma (junto à estação da CP).

No Porto, as castanhas assadas serão oferecidas de 5 a 8 de Novembro na Casa da Música, no Hospital de S. João, na Rotunda da Circunvalação, na Foz (Castelo da Foz). Entre os dias 6 e 8 estarão também na Rotunda da Boavista, junto à Loja da Vodafone.

Em todos estes locais a oferta de castanhas decorrerá entre as 12h00 e as 19h00.

Joseph Joseph

Ando completamente viciada nos produtos para a cozinha da marca Joseph Joseph, têm todos um design moderno e todos privilegiam a funcionalidade.

Alguns dos meus preferidos:

Desconfio que o rolo, com os vários discos para medir a espessura da massa, mais cedo ou mais tarde, vai lá parar a casa…

A Pizza mais rápida do mundo!

Pizza and beer

Há muito que cheguei à conclusão que só há duas formas de comer pizza: ou em casa ou numa boa pizzeria. Em minha casa não entram pizza huts, não entram pizzas congeladas e evito ao máximo ir a pizzerias mais-ou-menos. Eu adoro pizza e não me importo nada de comer pizza todas as semanas, mas odeio quando gasto dinheiro em pizzas artificiais. Se é para jantar fora há duas pizzerias que enchem o meu coração de alegria: as do grupo Lucca e a Casanova (do Lux), não são as únicas, em Lisboa, com boas pizzas mas são as minhas preferidas. Quando é para comer em casa, recorro à minha receita da Pizza mais rápida do mundo.

 Ingredientes:

– Massa pão (à venda em qualquer supermercado, é só pedir na padaria. Até podem escolher o pão que preferem)

– Ketchup (ou, se tiverem tempo e paciência, molho de tomate caseiro)

– Queijo ralado (mozarela e outro, para dar mais sabor)

– Ingredientes a gosto: ananás, cogumelos, fiambre, presunto, o que gostarem

Preparação:

– Espalhar farinha na bancada e esticar a massa, de forma a cobrir o tabuleiro.

– Colocar a massa no tabuleiro e, com o pincel dos bolos, espalhar o molho de tomate/ketchup pela massa toda.

– Espalhar ¾ do queijo ralado, espalhar os restantes ingredientes e terminar com o resto do queijo ralado.

– Levar ao forno até a massa estar cozida e começar a ficar dourada. Eu costumo ligar o forno quando começo a esticar a massa e, por norma, demora cerca de 20 min, mas já se sabe que depende do forno e da altura da massa.

Para duas pessoas, costumo comprar um pouco mais de 500gr de massa. Em relação aos restantes ingredientes é totalmente a olho, limito-me a encher com tudo o que gosto.

Esta é a minha alternativa caseira para as pizzas congeladas ou take away, não demoro mais de 15 minutos a pôr a pizza no fundo e fica bem mais saudável (e deliciosa). Há várias receitas de massa para Pizza, mas como o objectivo desta receita é ser rápida e eficaz, opto sempre por comprar a própria massa.

Recorri a esta “receita”, para o almoço tardio de Sábado, mas a fome era muita e nem tive tempo de me lembrar de tirar uma fotografia para vos mostrar.

Fotografia: Daqui