Sonho Febril, George R.R. Martin

O autor deste livro tornou-se num daqueles nomes que toda a gente conhece, ou pelo menos já ouviu falar. George R. R. Martin é o autor da famosa (e gigantesca) saga da Guerra dos Tronos, que recentemente veio destronar o Senhor dos Anéis do primeiro lugar do ranking dos livros de fantasia.

Li quase todos de J. R. R. Tolkien (é impressionante, não é? Até o nome…), mas com eles dei por encerrada a minha biblioteca de livros de fantasia e, desde então, não voltei a pegar em nenhum livro do género, até que a minha irmã me ofereceu o “Sonho Febril” de George R. R. Martim. Como não quero morrer estúpida e tenho por principio aproveitar as oportunidades que me são colocadas, por alguma razão prefiro ler um livro que nunca seria a minha primeira escolha e não gostar que dizer logo que não à partida, adicionei o livro à prateleira de livros a ler. Para além disso, a minha irmã é das pessoas que conheço que mais livros lê, e temos alguns gostos em comum, como é o quase do nosso amor confesso pelos livros de Jane Austen.

Dois pontos que convém esclarecer: i) O livro é sobre vampiros; e ii) os vampiros neste livro não se chamam Edward e não se apaixonam por humanos. Posto isto, tenho a dizer que é um livro que se lê bem, o autor tem claramente o dom para criar ambientes e dar vida a personagens, mas ainda não foi desta que o meu amor por livros de fantasia regressou. A culpa não é do livro, é mesmo minha.

Sinopse (by Wook): Rio Mississipi, 1857. Abner Marsh, respeitável mas falido capitão de barcos a vapor, é abordado por um misterioso aristocrata de nome Joshua York que lhe oferece a oportunidade única de construir o barco dos seus sonhos. York tem os seus próprios motivos para navegar o rio Mississípi, e Marsh é forçado a aceitar o secretismo do seu patrono, não importando o quão bizarros ou caprichosos pareçam os seus actos. Mas à medida que navegam o rio, rumores circulam sobre o enigmático York: toma refeições apenas de madrugada, e na companhia de amigos raramente vistos à luz do dia. E na esteira do magnífico barco a vapor Fevre Dream é deixado um rasto de corpos… Ao aperceber-se de que embarcou numa missão cheia de perigos e trevas, Marsh é forçado a confrontar o homem que tornou o seu sonho realidade.
Venha conhecer a lenda do Fevre Dream e a sua jornada inesquecível pelo grandioso rio Mississípi.

Nome: Sonho Febril / Autor: George R. R. Martin / Origem: USA / Opinião: 2/5 (por não ser o meu estilo.)

A título de curiosidade:

– a saga da Guerra dos Tronos vai no volume 7, todos eles acima das 700 páginas; e

– existem inúmeras comparações com o Senhor dos Anéis, entre as que apanhei a que achei mais piada foi a da revista brasileira, Veja (aqui).

 

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s