Hidden Agenda

Brunette lying on a bed

Em 2011, aprendi que mesmo as pessoas mais próximas de nós podem ter uma hidden agenda.

Foram tantas as vezes que dei por mim a ser interrompida, enquanto tentava explicar os meus problemas (dramas, desafios, necessidades), para ouvir toda uma lista de coisas que eu devia fazer. Eu ouvia e baixava a cabeça e tentava assimilar os conselhos que tinha acabado de ouvir. Levei algum tempo para conseguir perceber que chegava a uma altura em que o outro lado perdia o interesse no que eu estava a dizer e começava a lutar pelos seus interesses, pela sua hidden agenda.

Até que ganhei uma voz dentro de mim que disse: “Parou tudo! Se eu ainda não expliquei tudo como é que já têm a solução? Se eu estou a dizer que ando a sentir-me uma miséria como é que a melhor opção é não mudar nada?”; a resposta era simples.

Não acredito que o façam por mal ou egoísmo, mas muitas vezes as suas preferências vêm ao de cima, as suas preferências para a nossa vida, para as nossas escolhas, para o caminho que devemos seguir, etc… O grande desafio é conseguir provar que sabemos o que queremos e que vai correr tudo bem. Impossível, certo?

Agora, quando voltamos a cair nas conversas de sempre, dou um passo atrás e descontraio, entrar em confronto é uma perda de energia e provar que vai correr bem é impossível.

Fonte imagem: http://www.murraymitchell.com/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s