Mentira Piedosa

Eu odeio mentiras, traições, trapacices ou qualquer coisa da família. Ainda assim, volta e meia, vejo-me apanhada num enredo de mentiras piedosas que não consigo controlar e que me metem em cada confusão que só visto.

Sabem aquele momento em que um familiar distante vos oferece um perfume que vocês odeiam, mas como não têm coragem para estragar a sua alegria então dizem que adoraram o presente? Ao mesmo tempo que agradecem efusivamente o presente dão convosco a pensar que uma mentirinha piedosa não tem mal nenhum, a tia Manela fica contente e vocês logo o tentam trocar, mesmo que sem talão, e pronto. Só quando chega o Natal seguinte é que se apercebem do problema das mentiras piedosas, mais especificamente quando abrem o novo presente da tia Manela e veem o kit cremes para o corpo e gel de duche do mesmo perfume, aquele que vocês tanto gostaram.

Eu tenho um historial de exemplos que me prova que as mentiras piedosas só o são para os outros, porque para nós apenas significa que é melhor prepararmos para o segundo round. Ainda assim, e por mais que eu me esforce por abolir as mentiras piedosas, é apenas uma questão de tempo até eu me ver metida noutra. O mais engraçado é que, na maior parte das vezes, quando olho para trás voltava a fazê-lo, acho que prefiro as embrulhadas das mentiras piedosas que desiludir as minhas pessoas ou ser de tal forma sincera que me torno indelicada.

Qual é a vossa escolha entre sinceridade acima de tudo ou mentira piedosa?

Anúncios

One thought on “Mentira Piedosa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s